APLICAÇÕES

A gelatina e o colágeno são muito mais do que ingredientes alimentícios. Podem ser utilizados na indústria farmacêutica, fotográfica, industrial, além da saúde e nutrição. São aplicados nas áreas não alimentícias na manufatura de cápsulas duras e moles, comprimidos, drágeas, cosméticos, filmes e papéis fotográficos, eletrodeposição de metais, papéis, microencapsulação, fósforos, etc. Ainda, a gelatina é bastante procurada quando se trata de produtos de baixo colesterol e calorias.

Sobremesas e confeitos de gelatina

 

As sobremesas que contém gelatinas podem ser apresentadas na forma de pó, tabletes ou produto pronto para o consumo. A gelatina tem a função de agente gelificante e possui  alto poder de ligação com a água. De modo, evita-se a formação de cristais em sorvetes, assim pode-se tornar picolés mais estáveis à temperatura ambiente. Recomendando-se então, os tipos de alto Bloom que gelificam mais rápido e possuem uma maior resistência à fusão. Ainda, a gelatina pode aumentar a vida útil e a estabilidade dos alimentos durante o processo de resfriamento e descongelamento.


Laticínios

 

Por sua estrutura molecular associa-se perfeitamente à caseína, promovendo a estabilização do sistema lácteo. As gelatinas de alto Bloom são as mais efetivas

e utilizadas em vários produtos derivados do leite. Aplicam-se em iogurtes como estabilizante, evitando a sinérese e promovendo textura lisa e macia. Em sorvetes, é associada a outros estabilizantes para controle do tamanho dos cristais de gelo, aumentando a resistência a choques térmicos e reduzindo a taxa de fusão. Os queijos moles têm a sua textura e plasticidade melhoradas pela introdução da gelatina e, em sobremesas lácteas como flan, pudim e leite gelificado, age como gelificante e estabilizante, conferindo textura lisa e macia além de ser empregada como agente aerante em mousses.

 

Frigoríficos

 

Em produtos como corned beef e presuntos, a gelatina de alto poder de gelificação entra no balanço proteico, agindo como ligante de água. Em embutidos e patês, gelatina de baixo poder de gelificação emulsiona as gorduras, liga a água livre, fornecendo plasticidade e textura melhoradas. É aplicada em alguns produtos cárneos específicos como carne cozida, congelada e aspics.

 

Cremes vegetais

 

A gelatina é usada em produtos emulsionados de teor graxo reduzido, a gelatina tem função estabilizante, conferindo ao produto plasticidade e características sensoriais requeridas.

 

Bebidas

 

Em sucos, vinhos e cerveja, a gelatina é empregada com a função de clarificar os produtos pela precipitação do tanino, substâncias pécticas e impurezas.

 

Farmacêutico

 

Com diferentes formulações e gelatinas de mais baixo bloom ou mais alto bloom, se consegue produzir cápsulas moles ou duras. Pode-se encontrar a gelatina em cápsulas moles, cápsulas duras, revestimento para vitaminas, gomas fortificantes, vacinas e comprimidos. As cápsulas de gelatina permitem que medicamentos sejam consumidos de forma segura.

Saúde e nutrição

 

O colágeno é uma proteína natural e um dos componentes mais importantes do nosso corpo. Alimentos e suplementos nutricionais que contêm colágeno são importantes aliados para a manutenção da saúde e do bem estar das pessoas. Esse ingrediente, pode ser encontrado em suplementos nutricionais, produtos dietéticos, bebidas instantâneas e praticamente qualquer produto que tenha como objetivo fornecer um maior teor de proteína em sua formulação.

 

Especialidades

 

A gelatina tem outras aplicações: papeis e filmes fotográficos, raios-x, filmes de testes e microfilmes, cinema, imagens aéreas e até mesmo em holografia. Ainda, como “adesivo natural” para restauração e/ou preservação de documentos. 

ADDRESS

SCRN 714/715 BL A SHOP 35 SUBSOLO ASA NORTE BRASILIA DF